sábado, 21 de janeiro de 2012

Alguém me salve de ser eu...

O que tem de tão estranho no mundo? Quão será minha liberdade que me cega para coisas visíveis? Estou perplexo de não entender o que se passa comigo e nem mesmo sei o que sinto. É uma mistela de erros e enganos, se confundindo com sincero desespero humano desumanizado. Uma loucura atordoante que diz o seguinte e de repente, não há o seguinte.

Estou precisando de alguma mão humana que me salve de ser eu. O quê? Não existem mais humanos? Onde será que me coube e já não encaixo em nada disso? O mundo não me aceita e o que faço sempre tem uma interpretação diferente da que quero dar e ninguém me entende. Estou colocando uma rosa no asfalto e o pior, ela nasce. Mas, pra quem? Oh, quanto destempero há nessa liturgia barata e sem nexo.

Uma ideia vaga, somente vaga. Tenho pedido socorro, com uma voz baixa e rouca. Estou a quilómetros de distância de qualquer entendimento humano e, minha voz agora já não parece ter sentido de quando eu sentia a rosa. Onde foram parar os bons tempos?

Socorro! O grito que sai é desumano. Qualquer alma encantada entenderia, mas cadê minha alma, a minha essência, o meu Eu? Estou enlouquecendo peremptoriamente e qualquer sopro de brisa leve de mar é nada perante meu sofrimento mentiroso. Não sei se é deveras sofrimento que sinto, porquê não sei o que sinto. É desespero, mas com o quê?

Quais são as ideias certas para que eu possa me enquadrar neste mundo que não me aceita? Quais os segredos que eu ainda não descobri? Ah, meu desespero de sobrevivente de homem-bomba! Qualquer coisa que eu diga, vem sempre carregado de dor, de ódio de ter esperança, velha senhora ingrata e assassina, de angústia, de rancor.

Alguém me salve de ser Eu, pois já eu já não me aguento, estou prestes à explodir de ser inteiro.

Um comentário:

  1. Rapaz, não sei se foi poesia ou um verdadeiro desabafo de tua alma darwiniana. Isso ficou lindo e melancólico ao mesmo tempo, ser alguma coisa meio quebrada é muito cansativo e só traz sofrimento.

    ResponderExcluir