terça-feira, 25 de setembro de 2012

Meus 20 Melhores Filmes de Ficção

Bom, fazer uma lista de melhores é complicado com qualquer coisa, ainda mais no cinema. Por uma solicitação de um amigo querido, Fabrício Martines Alves, e por ter achado um desafio estimulante para um cinéfilo como eu, resolvi fazer uma lista de 20 melhores por gênero e por final, os meus melhores filmes de todos os tempos.
Somente para ressaltar, que é uma lista pessoal, portanto é de meu particular gosto e não necessariamente estará preso a qualquer regra ou parâmetros que fogem disso. Segue minha lista de Ficção:

20° Lugar - Os Doze Macacos (Terry Gilliam)

Terry Gilliam para quem não sabe, era o mesmo diretor do melhor grupo de humor de todos os tempos: Monty Python. Fez um trabalho fantástico neste filme. Para mim, foi quase um sacrilégio deixar esse filme nesta posição de tão bom que ele é e com atuações brilhantes de Bruce Willis e principalmente do Brad Pitt. Além, que esse filme marcou a história de filmes do gênero.
O filme mostra um prisioneiro de um futuro apocalíptico, que aceita a missão de voltar ao passado para tentar decifrar mistério envolvendo vírus mortal que levou morte da maior parte da humanidade. Tomado como louco, no passado, ele tenta provar sua sanidade a uma médica, sua única esperança de mudar o futuro.
Esse filme contém uma pitada de humor negro, que sempre me atrai   e alguns paradoxos sobre heroísmo, épocas e situações. É o tipo de filme, que realmente você torce para o personagem.

19° Mad Max 2 - A Caçada Continua (George Miller)

Para mim, esse Mad Max 2 conseguiu ser bem melhor que o primeiro, impossível depois de assisti-lo, ficar impassível a ele. Naquela mesma cosmovisão apocalíptica do primeiro, onde homens são umas bestas, no sentido animal mesmo. Onde a gasolina é o preço da liberdade, em virtude de uma guerra nuclear que acabou com os campos petrolíferos do Oriente Médio.  É quando Max, decide ajudar uma comunidade a defender sua refinaria contra uma gangue de motoqueiros em troca de gasolina.
Esse filme conta com um excelente visual, uma atuação excelente de Mel Gibson. Com uma provocante e precisa, cortes com conversações curtas, pois no contexto do filme, as relações humanas estão bem desgastadas e frágeis. Esse filme traz um quê de drama, bem encaixado durante a trama, veículos (para a época) espetaculares e com personagens bem estruturados que vão dando enredo a todo filme. 

18° Metrópolis (Fritz Lang)

Bem, esta aí um verdadeiro clássico, estereotipado na concepção da palavra, afinal foi lançado em 1927. É o tipo de filme que é atemporal, assisti-lo hoje, tem uma sensação provocante e uma experiência incrível.
 Esse filme retrata uma sociedade do futuro (2026), onde as diferenças sociais são extremamente antagônicas, entre os pensadores e os trabalhadores, já por aí dá para ter uma ideia de crítica social que tem esse filme.Nesse cenário, um governador insensível, seu filho apaixonado, uma líder espiritual e um robô (que inspirou Beyonce em alguns de seus shows) criam histórias maravilhosas e que são referências até hoje no gênero. 





17° Stalker (Andrei Tarkovsky)

Esse filme russo é uma verdadeira obra-prima do cinema, que conta a história de três personagens: o homem comum (stalker = aquele que observa), o artista e o cientista, que têm objetivos bem distintos. Enquanto o homem comum está satisfeito com sua condição de condutor, os outros procuram seus propósitos. Na busca destes desejos, os caminhos são um tanto tortuosos e perigosos. 
Conta com talvez um dos melhores roteiros da história do cinema, com uma bela descrição sobre poder, transmitido como uma grande metáfora da vida. Atores tem atuações excelentes, fotografia muito boa e é um tanto pesado de assistir, mas vale e muito a pena ver esse filme.




16° Contatos Imediatos do Terceiro Grau (Steven Spielberg)

Spielberg dando as caras na lista. Talvez seja o filme que emplacou de vez, como um dos grandes diretores do Hollywood. Lógico irão lembrar de Tubarão, mas esse colocou seu nome como um dos grandes do cinema. E fora que salvou a Columbia da falência, com o estrondoso sucesso que foi esse filme.
Conta a história de um eletricista que tem contato com objetos voadores e fica intrigado com visões e manchas na pele que passa a ter e vai atrás de respostas.
Esse filme, basicamente trata das relações humanas, nossa curiosidade e medo pelo desconhecido. Tem um roteiro muito bom (adaptado pelo próprio Spielberg), efeitos especiais excelentes e uma trilha sonora que vale a pena prestar atenção.



15° O Planeta dos Macacos (Franklin J. Schaffner)


Talvez, para muita gente, esse filme estaria posições mais a frente, o que eu não discordaria. Esse filme é um marco no gênero, com caracterização de personagens, nosso conflito ético e um roteiro excelente e criativo. E ainda gerou remakes, seriados e sequências. 
A história se passa de quatro astronautas americanos que viajam na velocidade da luz, e avançam 2000 anos em um planeta desconhecido, que mais parece um grande deserto. Quando ainda procurando entender, se vêem caçados por macacos "evoluídos". Caem em um mundo, onde seres humanos são "animais imundos" e os macacos estão no "topo" da cadeia evolutiva.
Com cenários e enredos excelentes, maquiagem perfeita,  e contém um roteiro inteligente. É o tipo de filme que vale a pena ver.



14° Star Trek 2 - A Ira de Kahn (Nicholas Meyer)

Eu considero o melhor longa da série de Star Trek. Um filme que contém efeitos especiais excelentes, humor bem trabalhado e leve, personagens bem caricatos e um roteiro muito bom. Além de trazer à tona, questões filosóficas, com o projeto Gênesis e acabamos descobrindo mais sobre o passado do Capitão Kirk e como ele burlou o teste.
A história do filme: Khan ficou preso por anos em um planeta sem vida e, culpa o capitão Kirk disso e da morte de sua esposa. Indo assim, atrás de sua vingança.
Acho que os pontos fortes desse filme, são os personagens caricatos da série Original (Kirk, Spock, Dr. Leonard McCoy "Magro" e Khan "vilão" este ultimo não é da série) com diálogos deliciosos e por vezes reflexivos, trilha sonora boa e traz todo o clima do seriado, o que para mim, se perdeu no primeiro filme. Vale muito a pena assistir, até para quem nunca assistiu o seriado.

13° A Origem (Christopher Nolan)

Um filme realmente marcante. Talvez alguns achem um exagero ele            estar figurando nesta lista, mas poucos filmes me empolgaram tanto nos últimos tempos como este. Christopher Nolan é realmente um gênio se tratando da sétima arte, soube muito bem mesclar ação com sci-fi. Esse filme traz a tona um questionamento filosófico sobre o que é realidade, de uma maneira profunda, porém não pesada. Esse filme conta com um roteiro brilhante, traduzido magnificamente pelo diretor. Conta com uma atuação especial de Di Caprio, um fotografia vislumbrante, efeitos especiais maravilhosos e uma trilha sonora muito boa.
A história é que um poderoso empresário procura Dom (Di Caprio) para propor algo um pouco diferente, tentar implantar uma ideia na cabeça de um herdeiro de outra companhia.
Assistam... só isso tenho a dizer!!!



12° Brazil - O Filme (Terry Gilliam)

Lembro-me quando me falavam desse filme, ficava reticente devido ao nome (que pouca coisa tem a haver com nosso país), puro pré-conceito mesmo.Quando vi quem era o diretor  (Terry Gilliam), resolvi assistir e, o filme é sensacional. Outro filme que traz uma carga forte de crítica, onde o conduz a sobreviver (e aqui é bem isso mesmo) em um país burocrata, tecnocrata, autoritário e onde o status quo é mantido a força. E óbvio, neste panorama há aqueles que não se adaptam e que lutam contra esse sistema através de atentados.O protagonista sempre escapa para um mundo onírico onde sempre tenta salvar a sua amada. O filme tem muitos, mas muitos detalhes para contar... Assistam!!!
Contando com a trilha sonora principal de Aquarela do Brasil, com roteiro excelente, maquiagem e atuações fabulosas e uma história realmente apaixonante. 


11° O Exterminador do Futuro 2 - O Julgamento Final (James Cameron)


Se o primeiro já é marcante, sua sequência é realmente de tirar o fôlego. James Cameron caprichou em ação e efeitos especiais e de som, com um roteiro inteligente e o que tornou ainda mais épico esse filme, são as frase de efeito do T-800. 
Neste filme, o T-800 volta ao passado, agora para proteger Sarah Connor (não para matá-la como no primeiro) e seu filho John Connor da ameça do T-1000 (Robert Patrick), que aliás faz um dos vilões mais durões da história do cinema.
Com certeza, esse filme marcou o cinema nos anos 90 e deixou cravado sua excelente contribuição ao gênero.





10° Donnie Darko (Richard Kelly)


Talvez seja o filme que assisti mais despretensioso possível, e que realmente me deixou perplexo. Ainda mais por ser um filme independente. É simplesmente fantástico.
A história de um garoto todo esquisito que acorda em lugares totalmente estranhos, vê um coelho bizarro que lhe diz que o mundo vai acabar em um mês e o convence a "tocar o terror".Se já não bastasse isso, o final é sensacional...
Esse filme mescla e bem, suspense, humor negro, críticas a hipocrisia da sociedade, thriller psicológico e rebeldia.






9° ET - O Extraterrestre (Steven Spielberg)

Spielberg de novo na lista e com um mega clássico. Esse filme indiscutivelmente, marcou na história da sétima arte. É basicamente um filme infantil, mas que conquistou pessoas de todas as idades. Um verdadeiro sucesso (tanto de bilheteria quanto de crítica), que contém visuais vislumbrantes, cenas memoráveis e imortalizou o “E.T., telefone, minha casa”.
É impossível assisti-lo, principalmente quando se assiste pela primeira vez e ficar impassível a ele. Traz questões importantes como a questão da finitude da vida,a transição entre a criancice e a vida adulta (mesmo que subliminar), solidão da criança e ansiedade infantil diante do desconhecido.
Realmente é um filme encantador de se assistir.




8° Alien - O Oitavo Passageiro (Ridley Scott)

Esse e sua sequência ( Aliens - O Resgate - James Cameron) poderiam entrar nessa lista, são dois filmes realmente muito bons. Vai um pouco de encontro com o resto da lista, pois estes filmes trazem o terror. Esse filme tem um produção beirando a perfeição, com um realismo impressionante, um suspense intrigante e que te deixa fixo na tela para descobrir os próximos passos, usando apenas um simples ingrediente, o desespero. A trilha sonora é excelente. Fora, a tenente Ripley, ela é um caso a parte nesse filme.
A história é basicamente quando os tripulantes da nave Nostromo se vêem trancados em sua nave junto de uma criatura alienígena mortífera. 
Acho que esse filme, é uma referência no gênero.




7° Star Wars: 5 - O Império Contra-Ataca (Irvin Kershner)


Há quem discorde de que Star Wars é ficção, mas para mim é. E  como apaixonado pela saga, não poderia faltar na lista. George Lucas realmente conseguiu se superar, com mais liberdade e mais dinheiro, contratou para dirigir o Irvin Kershner que fez um trabalho fantástico neste filme. Conta com um roteiro divertido, efeitos especiais excelentes, fotografia vislumbrante, a trilha sonora que talvez seja a mais marcante da história do cinema e os personagens muito bem construídos e mais aprofundados nesta continuação. Isso sem falar que o Mestre Jedi Yoda, talvez seja o personagem mais conhecido na história do cinema.
A história basicamente são as tropas imperiais comandadas por Darth Vader, que lançam uma ofensiva contra a resitência, enquanto isso, Luke Skywalker tenta encontrar o Mestre Yoda, para ser um cavaleiro Jedi, mas Vader planeja levá-lo para o lado negro da força.
Para mim, é a melhor saga de ficção da história do cinema.



6° Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças (Michel Gondry)

Esse é o tipo de filme que fica até difícil encaixá-lo em algum gênero. Traz humor, romance, ficção cientifica e tudo isso e muito, mas muito bem encaixado em um roteiro do Charles Kaufman que é espetacular. E a atuação do Jim Carrey é simplesmente brilhante, me faz duvidar seriamente das escolhas da Academia. Tudo bem, Jamie Fox foi excelente em Ray, mas para mim o Jim Carrey merecia levar e o pior que ele, não foi nem indicado.
Fora o roteiro, que já falei é brilhante, fotografias lindas, atores muito bons e caricatos. 
A história é que Joel (Jim Carrey) descobre sua esposa apaga ele literalmente de sua mente e decepcionado, resolve fazer o mesmo. No decorrer do processo, Joel percebe que não quer apagar Clementine (Kate Winsley) da sua memória e luta contra sua mente para mantê-la. Parece simples, mas o enredo que o filme é contado, te faz entrar em diversas divagações. 

5° Laranja Mecânica (Stanley Kubrick)

Outro filme, que muita gente não caracteriza como ficção, mas as referências de gênero, behaviorismo e a sociedade do futuro (1995) sendo que o filme é de 1971. É realmente uma obra-prima do cinema e do Kubrick. Esse filme é outro daqueles temáticos-críticos, neste caso, um olhar crítico sobre a violência. 
O anti-herói Alex (Malcom McDowell) é líder de uma gangue londrina de delinquentes que praticam a "ultra-violência", como espancamentos, roubos, furtos e estupro (que sinceramente é marcante ao som de Cantando na Chuva). E há reviravolta, quando Alex mata uma de suas vítimas e é traído por um dos membros de sua gangue e vai para a prisão. E lá, ele se voluntaria a um tratamento experimental para controlar seus impulsos de violência, só que o tratamento..... Assistam!!! :)
PS. A cena do estupro retratada no filme que é bonita e não, o ato em si.

4° Star Wars 4 - Uma Nova Esperança (George Lucas)


Aqui começa a Saga de maior sucesso do gênero do cinema. George Lucas nos apresenta aqui um mundo de possibilidades. Com uma baita criatividade, fizeram efeitos especiais inimagináveis para a época (onde nada poderia ser feito pelo computador), com um orçamento relativamente baixo e um descrédito total. É incrível hoje imaginar que essa série passou por isso e apesar das dificuldades, tornou-se um fenômeno.
Conta com um roteiro divertido e envolvente, inovador, excelente fotografia, figurino, maquiagem, personagens caricatos e uma trilha sonora marcante. Lógico que há o antagonismo bem definida, na luta do bem contra o mal. Aqui só começa a saga e somos apresentados aos personagens e suas motivações....
É simplesmente Genial.... 


3° Blade Runner - O Caçador de Andróides (Ridley Scott)

Outro filme do Scott. 
Talvez, muitos de vocês colocariam esse no topo da lista, porque realmente é brilhante este filme. O curioso deste filme, é que ele foi um fiasco de bilheteria e hoje, é um dos mais cultuados do cinema.
Com um roteiro fantástico, com efeitos maravilhoso e que estupenda atuação, mais uma, do Harrison Ford (Deckard, Han Solo e Indiana Jones só para citar alguns), que vai à caça de replicantes (andróides) foragidos. 
Há uma abordagem genial sobre a superpopulação, uma visão pessimista do futuro, questionamento ético sobre o uso da tecnologia, questões de meio ambiente e fora o visual futurista meio retrô, similar ao Metrópolis que é sensacional. 




2° Matrix (Andy Wachowski e Larry Wachowski)

Sei que muita, mas muita gente não concordará comigo de Matrix estar nesta posição. 
Matrix é um campeão de crítica e público e arrebatou todos as premiações do Oscar que concorreu e merecidamente. É simplesmente genial a história contada, fazendo uma alusão clara ao Mito da Caverna de Platão. Com um figurino excelente, coreografia, fotografia, sonoridade é primorosa e os efeitos especiais no filme é um caso a parte. 
A história é um Hacker chamado Neo (Reeves) que levava um vida normal, até conhecer Morpheus (Laurence Fishburn), que o introduz ao verdadeiro “mundo real”. E nessa nova realidade, Neo descobre que está a duzentos anos a frente do período que acreditava estar e que as máquinas dotadas de grande capacidade e inteligência artificial elevadíssima haviam acabado por tomar conta do mundo, ou o que sobrou dele.
1° 2001, uma Odisséia no Espaço (Stanley Kubrick)

É quase que indiscutível, o filme mais ícone de Ficção que o cinema já produziu, já por sua essência. E dirigido espetacularmente pelo Kubrick e é daqueles filmes que fica te incomodando, no bom sentido, por pelo menos meia hora depois que terminou de assistir. Esse filme traz questionamentos profundos, é um desafio a mente do expectador. Algumas cenas propositadamente lentas(e perfeitas), os efeitos especiais geniais (sem computadores), cortes nas cenas (deslumbrante), fotografia (estupenda), a representação visual da ascensão do homem sobre os outros animais, os macacos em volta do "objeto estranho" e etc. Escreveria um texto enorme, e talvez não conseguiria transmitir o que é esse filme.
A história é de um monolito enigmático, questionamentos humanos, uma jornada atrás de descobertas e um computador vilão.
Ou seja, somente assistindo para entender o porque ele é para mim, O MELHOR FILME DE FICÇÃO DE TODOS OS TEMPOS.

Bom, pessoal está minha lista dos Melhores Filmes de Ficção, alguns filmes que deixei de fora, realmente foram dolorosos para mim. Mas, como em toda lista, é normal ter discordância, então diz aí: que filme faltou e que filme não deveria ter entrado?

Um comentário:

  1. Sério mesmo meu cumpadi, a gente tem que marcar pra se encontrar e ficar só proseando, sério...

    ResponderExcluir